A cidade de Nashville, no Tennessee (EUA), sofreu um atentado terrorista no dia de Natal, e um policial que escapou por pouco de morrer na explosão, afirmou que Deus o salvou ao faze-lo se afastar do carro-bomba.

A explosão, que a polícia chamou de “ato intencional”, feriu pelo menos três pessoas e destruiu 41 estabelecimentos comerciais e outros prédios próximos. Agências policiais do estado e federais disseram não saber do motivo da explosão, que ocorreu na sexta-feira, 25 de dezembro.

O veículo explodiu logo após um alto-falante tocar uma mensagem gravada com voz feminina alertando as pessoas a se afastarem por conta da explosão iminente, de acordo com informações da emissora NBC.

Livramento

Os policiais James Wells e Amanda Topping estavam perto do fim de seus turnos na manhã de Natal quando um colega da corporação, Tyler Luellen, pediu reforços para atender uma ocorrência de possível tiroteio. Ao chegarem, eles ouviram o áudio tocado no veículo, sugerindo que se afastassem por causa da bomba.

Amanda ficou na viatura observando o movimento na rua, enquanto todos os outros começaram a evacuar o prédio mais próximo ao local onde o carro-bomba estava estacionado. Quando um pequeno grupo de policiais saiu do prédio, ela começou a ir na direção deles, até que notou que seu parceiro, Wells, estava próximo ao veículo suspeito, e decidiu ir em outra direção.

James Wells decidiu de última hora correr na direção de Amanda, se afastando do carro-bomba segundos antes de o artefato ser detonado. “Isso pode não ser politicamente correto, mas é a minha verdade. Eu literalmente ouvi Deus me dizer para dar meia-volta e ir ver Amanda, que estava sozinha na [avenida] Broadway”.

Quando o carro explodiu, o deslocamento de ar o fez perder o equilíbrio, fazendo-o cair. Ele disse que também perdeu temporariamente a audição. Mas ele logo se levantou e correu em direção à sua parceira de patrulha.

“Não sei como mantive o equilíbrio, mas… não consegui vê-lo por um segundo. Perdi o controle e saí correndo em sua direção”, disse Amanda. “E, como ele disse, nunca agarrei alguém com tanta força na minha vida”, acrescentou a policial.

James Wells, que se descreveu como uma pessoa “espiritual”, agradeceu a Deus por ajudá-lo a sobreviver: “Não vou fugir disso, porque foi isso que salvou minha vida. Foi isso que me fez ver meus filhos e minha esposa no Natal. E ‘bom ver você’ tem um significado completamente diferente para mim agora”, declarou.


fonte: Portal Gospel+